12/24/2007

Fabuloso fecha 2007 como artilheiro do Espanhol

O atacante brasileiro Luís Fabiano, do Sevilla, despede-se de 2007 como líder isolado da artilharia do Campeonato Espanhol, com dez gols marcados em 17 rodadas. Luís Fabiano não atuou na goleada de 4 a 1 de sua equipe sobre o Racing Santander, realizada sábado no Sánchez Pizjuán.

Com nove gols está o argentino Diego Milito, do Zaragoza, que fez um no empate em 2 a 2 com o Valencia. O melhor brasileiro após Luís Fabiano é Ricardo Oliveira, também do Zaragoza. Ele e outros sete jogadores já balançaram as redes oito vezes cada um.

Artilharia após a 17ª rodada (entre parêntese número de gols de pênalti):
10 gols: Luís Fabiano (1) (BRA/Sevilla).
9 gols: Diego Milito (4) (ARG/Zaragoza).
8 gols: Ricardo Oliveira (BRA/Zaragoza), Lionel Messi (3) (ARG/Barcelona), Tamudo (2) (ESP/Espanyol), Güiza (ESP/Mallorca), Raúl (1) (ESP) e Van Nistelrooy (1) (HOL/Real Madrid), Kanoute (MLI/Sevilla) e Nihat (TUR/Villarreal).
7 gols: Agüero (ARG/Atlético de Madri e Rossi (2) (ITA/Villarreal).
6 gols: Negredo (1) (ESP/Almería), Forlán (URU/Atlético de Madri), Ronaldinho Gaúcho (2) (BRA/Barcelona), Morientes (ESP/Valencia) e Víctor (1) (ESP/Valladolid).

Te Amo Fabuloso e sempre estarei contigo!
♥________________________________________♥

12/12/2007

Luís Fabiano marca e Sevilla encerra na frente do grupo H. Arsenal é segundo

O Sevilla entrou em campo contra o Slavia Praga, na Republica Tcheca, nesta quarta-feira, dependendo de um resultado ao menos igual ao do Arsenal diante do Steaua Bucareste, em Londres, para chegar à primeira colocação do grupo H. E a tarefa foi cumprida com uma vitória por 3 x 0, conquistada apenas no segundo tempo.

Com o triunfo por 2 x 1 do Arsenal, o grupo ficou definido da seguinte maneira: Sevilla com 15 pontos, e Arsenal, com 13, vão para a segunda fase; o Slavia Praga, com cinco pontos, vai para a Copa da Uefa, enquanto o Steaua Bucareste está eliminado das competições européias nesta temporada.

Enquanto os donos da casa já estavam com a vaga garantida na Copa da Uefa, pois não poderia deixar o terceiro lugar do grupo, os espanhóis, apesar do incentivo da liderança, atuaram com um time reserva em boa parte do duelo.

E o que se viu foi um confronto sem muitas emoções, principalmente nos primeiros 45 minutos, quando Jesus Navas foi o protagonista da única chance do Sevilla. O único lance que levantou a torcida foi uma bola chutada na trave por Ivana, do Slavia.

Na volta para o segundo tempo, o Sevilla esteve melhor. Mas só se encaixou no jogo com a entrada de Luis Fabiano. Com dois minutos em campo, o centroavante quase fez. Aos 21, no entanto, o ex-são-paulino não perdoou. E apenas três minutos depois o outro artilheiro da equipe, Kanouté, definiu a vitória. Aos 42 minutos, o lateral-direito Daniel Alves ainda achou tempo para ampliar e selar a liderança.

Arsenal vence, mas fica em segundo – Os gols marcados na etapa final pelo Sevilla anularam os planos do Arsenal em fechar a primeira fase na ponta do grupo H. Mesmo atuando com a equipe reserva, os ingleses sacramentaram, em vão, a vitória por 2 x 1 sobre o Steaua com tranqüilidade desde o primeiro tempo.

Com o volante brasileiro Denílson desde o início do confronto, os Gunners viram os primeiros minutos com destaque para outro reserva: Diaby. Logo aos oito minutos, pouco depois de uma tentativa mal-sucedida, o lateral abriu o placar para os ingleses.

Como o empate do Sevilla, naquele momento, dava a liderança, e o Steaua Bucareste já não poderia sair da lanterna, o jogo ficou sem grandes emoções. Porém, a três minutos do intervalo, Bendtner ampliou a vantagem e a tranqüilidade aos mandantes.

No segundo tempo, o marasmo tomou ainda mais conta do duelo. A única emoção ficou por conta de Zaharia, que descontou para o Steaua. Nada que mudasse o panorama final do grupo.

Te Amo Fabuloso e sempre estarei contigo!
♥________________________________________♥