Histórico de Gols

Clique e veja todos os gols marcados pelo craque

Seleção Brasileira

Luis Fabiano na Seleção Brasileira

Títulos e Prêmios

Todos os títulos e prêmios conquistados

Músicas Fabulosas

Cante junto ;)

15 de abril de 2014

Luis Fabiano é eleito o Craque da Galera do Campeonato Paulista

Luis Fabiano recebe o prêmio Craque da Galera  (Foto: Marcos Ribolli)
O atacante Luis Fabiano, do São Paulo, foi eleito o Craque da Galera do Paulistão, em enquete realizada pelo GloboEsporte.com. Ele recebeu 40,72% dos votos e ficou à frente de Geuvânio, do Santos, com 29,65%, e Alan Kardec, do Palmeiras, com 29,63%.


O jogador do Tricolor subiu ao palco na parte final da festa de encerramento da competição, na noite desta segunda-feira, em uma casa de eventos da capital paulista, e recebeu o troféu das mãos de Jorge Abicalam, diretor da Federação Paulista de Futebol.

Apesar da campanha decepcionante do São Paulo na competição, eliminado nas quartas de final para o Penapolense, ele também foi o artilheiro do torneio, ao lado de Kardec, Cícero, do Santos, e Léo Costa, do Rio Claro, com nove gols cada.

O outro jogador do Tricolor premiado na festa foi o lateral-esquerdo Alvaro Pereira, que ganhou como melhor da posição. Ele, porém, não foi à festa por estar com o nariz fraturado. O vice-presidente do clube, João Paulo de Jesus Lopes, recebeu o troféu em nome do uruguaio.

Siga-nos pelo Twitter - http://www.twitter.com/FC_OFABULOSO

Veja vídeos do Fabuloso no Youtube - http://www.youtube.com.br/fcofabuloso

Participe de nosso Fórumhttp://luisfabianomatador.webnode.com.br/

Saudações Fabianistas*

11 de abril de 2014

Luis Fabiano já chega à metade dos gols de 2013 e vira exemplo

[Fonte: Gazeta Esportiva] Os dois gols marcados na quarta-feira, na vitória por 3 a 0 sobre o CSA, não só elevaram Luis Fabiano ao posto de terceiro maior artilheiro da história do São Paulo como também arredondaram números que provam: seu início de temporada é muito melhor do que o desempenho geral de 2013.
Ao vazar o goleiro adversário duas vezes na partida que assegurou vaga na Copa do Brasil, o atacante chegou à marca de 11 gols em 16 atuações em 2014 (média de 0,68 por partida). Exatamente a metade de vezes que balançou a rede em todo o ano passado, no qual foi a campo em 51 oportunidades e registrou média de 0,43 gol por jogo.
A melhora não é à toa. Ao contrário do que ocorreu em 2013, Luis Fabiano preparou-se melhor para a temporada atual, motivo pelo qual ficou fora somente de dois compromissos - um por ter sido poupado, outro por estar suspenso. Situação bem diferente das que viveu nas primeiras campanhas desde seu retorno (em março de 2011), nas quais se ausentou em diversos momentos, por lesão ou suspensão (por punições desportivas, cartões vermelhos ou acúmulo de amarelos).
O empenho diário, mas principalmente a maior dedicação nos jogos, tornou-o exemplo dentro do elenco. O técnico Muricy Ramalho, que o colocou no banco de reservas no final de 2013 (situação com que o atacante não convivia havia 12 anos), foi convencido de que Luis Fabiano está mais comprometido com o time e só tem lhe feito elogios. O centroavante, como de costume, voltou a ser referência, e o treinador voltou a armar a equipe em função de seu goleador.
"Ele precisa de assistência, porque já não é aquele jogador de grande explosão. Por isso, a gente abre muito o Osvaldo (pelo lado esquerdo), para que ele vá ao fundo do campo e cruze. Dentro da área, o Luis é perigosíssimo. Mas não adianta dar bola comprida para ele, porque ele não vai chegar, ele não está mais nessa fase", disse Muricy, na quarta-feira, depois de ter visto o camisa 9 anotar dois gols de cabeça dentro da área.


Agora maior artilheiro do clube na Copa do Brasil (21 gols) e empatado com Teixeirinha na artilharia geral do São Paulo (189), atrás apenas de Gino (233) e Serginho Chulapa (242), Luis Fabiano está satisfeito com seu desempenho em 2014. Mas quer mais.
"Meu grande sonho seria conquistar um Brasileiro, uma Libertadores, para deixar gravado de vez meu nome na história do clube. Mas, até o momento, tenho sido feliz", falou o atacante, com contrato válido até dezembro do ano que vem.


Siga-nos pelo Twitter - http://www.twitter.com/FC_OFABULOSO

Veja vídeos do Fabuloso no Youtube - http://www.youtube.com.br/fcofabuloso

Participe de nosso Fórumhttp://luisfabianomatador.webnode.com.br/

Saudações Fabianistas*

10 de abril de 2014

Fabuloso treina com Mercurial Tropical

[Fonte: Guia do Boleiro] Os atacantes patrocinados pela Nike Luis Fabiano, do São Paulo, Leandro Damião, do Santos, e Romarinho, do Corinthians, treinaram com o modelo Mercurial Tropical durante a semana.
Os três atletas já usam habitualmente a linha de velocidade da Nike e resta saber se eles levarão a campo a chuteira em alguma partida oficial de seus respectivos clubes, já que fica a cargo do jogador decidir isso.
Romarinho deve ser o caso mais difícil, já que ele vem atuando há pelo menos três meses com uma Mercurial preta e branca.


Siga-nos pelo Twitter - http://www.twitter.com/FC_OFABULOSO

Veja vídeos do Fabuloso no Youtube - http://www.youtube.com.br/fcofabuloso

Participe de nosso Fórumhttp://luisfabianomatador.webnode.com.br/

Saudações Fabianistas*

Luis Fabiano e Rogério Ceni fazem homenagem a Juvenal após vitória

[Fonte: São Paulo FC ] A vitória do São Paulo por 3 a 0 em cima do CSA-AL, na noite desta quarta-feira, no Morumbi, marcou a última partida do presidente Juvenal Juvêncio à frente do clube paulista. Com isso, os jogadores do Tricolor prestaram homenagens ao mandatário.

Capitão do time e ídolo do São Paulo, Rogério Ceni atuou com uma camisa amarela, referente à cor da chapa da situação, que Juvenal apoia de olho na eleição presidencial do dia 16. Além disso, o camisa 1 afirmou que presenteará o mandatário com o uniforme da partida e se referiu a ele como “um dos maiores presidentes da história”:

- Uma pessoa com quem convivi por 12 anos, tanto como diretor de futebol quanto como presidente. Talvez o maior presidente da história, um cara que fez muito pelo São Paulo – disse Rogério.

Luis Fabiano afirmou após o jogo que seus gols também foram em homenagem a Juvenal. Após a partida, todos os jogadores foram para o vestiário, pois o presidente estava lá para se despedir.

As eleições para a presidência do São Paulo ocorrem na próxima quarta-feira, e Carlos Miguel Aidar, candidato da situação, é o provável vencedor. Com a maioria dos conselheiros do seu lado, ele já é visto como vitorioso até mesmo por membros da chapa da oposição.

Siga-nos pelo Twitter - http://www.twitter.com/FC_OFABULOSO

Veja vídeos do Fabuloso no Youtube - http://www.youtube.com.br/fcofabuloso

Participe de nosso Fórumhttp://luisfabianomatador.webnode.com.br/

Saudações Fabianistas*

Luis Fabiano alcança Teixeirinha

[Fonte: Gazeta Esportiva ] O segundo gol do São Paulo na vitória desta quarta-feira sobre o CSA-AL, por 3 a 0, gerou dúvidas durante a partida. Após cobrança de falta de Alexandre Pato, a bola desviou em Luis Fabiano e também em Mineiro (lateral esquerdo adversário). Mas, ao final do jogo no Morumbi, ele foi confirmado para o centroavante tricolor.
Com esse gol e também o terceiro, anotado igualmente de cabeça - com ajuda do goleiro Pantera -, Luis Fabiano chega a 189 e iguala Teixeirinha na artilharia do clube. À frente deles, apenas Gino (233) e Serginho Chulapa (242). Um feito bastante comemorado pelo camisa 9 tricolor.
"O cara que conclui a jogada merece o gol. No caso, ganhei esse golzinho de presente. Agradeço ao juiz também, que me ajudou. Obrigado, juizão. É mais um na conta para a artilharia", disse, rindo, o jogador.

"Venho escalando pouco a pouco rumo à artilharia. É difícil buscar o Serginho, mas tenho mais um ano e meio de contrato praticamente para tentar pelo menos assustar o negrão lá", acrescentou, ainda sorridente.


Se ainda é grande a distância até Chulapa, Luis Fabiano deixa o Morumbi com um outro recorde garantido. Os dois gols desta quarta-feira lhe deram a condição de maior artilheiro do São Paulo na história da Copa do Brasil. Antes do duelo, ele estava empatado com França, que balançou a rede 21 vezes em sua passagem pelo clube.
Coletivamente, os tentos do atacante também ajudaram a garantir classificação para a segunda fase do torneio mata-mata nacional. Ainda não há data confirmada para os confrontos, mas há oponente. Será o CRB, também de Alagoas, que mais cedo venceu e eliminou o Rondonópolis-MT.

Siga-nos pelo Twitter - http://www.twitter.com/FC_OFABULOSO

Veja vídeos do Fabuloso no Youtube - http://www.youtube.com.br/fcofabuloso

Participe de nosso Fórumhttp://luisfabianomatador.webnode.com.br/

Saudações Fabianistas*

Pato marca, Luis Fabiano ‘rouba a cena’ e São Paulo se classifica

[Fonte: Terra] O São Paulo não tomou conhecimento do CSA na noite desta quarta-feira, diante de mais de 28 mil torcedores no Estádio do Morumbi. Precisando de um simples empate para se classificar à próxima fase da Copa do Brasil, os mandantes bateram os alagoanos por 3 a 0, com um gol de Alexandre Pato – o primeiro do camisa 11 pelo Tricolor – e dois de Luis Fabiano.

Pato voltou a balançar as redes após exatos dez jogos e 150 dias. O último gol do atacante havia sido no dia 10 de novembro do ano passado, pelo Brasileirão, quando, defendendo o Corinthians, converteu um pênalti em duelo contra o Fluminense.

Luis Fabiano, por sua vez, chegou à marca de 23 gols pelo São Paulo em Copas do Brasil. Tal número o coloca como o maior goleador da história do clube no torneio de mata-mata. Outro feito alcançado por Fabuloso foi o de terceiro maior artilheiro da história do Tricolor, igualando Teixeirinha, com 189 gols.

De olho na inédita conquista da Copa do Brasil, o São Paulo terá mais um time de Alagoas em seu caminho na próxima fase da competição. O adversário do Tricolor será o CRB, que venceu o Rondonópolis por 2 a 0 também nesta quarta-feira, garantindo sua permanência no torneio.

O JOGO

Entrando em campo pela primeira vez desde a eliminação sofrida diante do Penapolense no Paulistão, o São Paulo não deu espaços para o frágil time do CSA. Pressionando pelas laterais, principalmente com Douglas e Osvaldo, desde o início da partida, o Tricolor não demorou para abrir o placar.

Aos 19 minutos, Maicon fez bela tabela com Luis Fabiano e acertou preciso passe para Alexandre Pato, que se enfiou na grande área entre a zaga alagoana. Na cara do goleiro Pantera, o camisa 11 não titubeou. Bastou esperar a saída do arqueiro e tocar para o fundo das redes.

Na sequência da primeira etapa, o CSA até tentou sair para o ataque, mas travou na consiste formação tática armada por Muricy Ramalho. O máximo que os alagoanos conseguiram foi um chute de média distância com Daniel Costa, mas Rogério Ceni espalmou sem maiores dificuldades. Soberano em campo, o São Paulo desceu aos vestiários com a vantagem de 1 a 0 no marcador.

No segundo tempo, o CSA buscou surpreender a equipe do Morumbi. Com cruzamentos e enfiadas de bola, os visitantes bem que tentaram, mas pouco assustaram Rogério Ceni.

O São Paulo, por outro lado, deu trabalho para o goleiro adversário. Entre rápidas saídas, boas defesas e um pouco de sorte, Pantera conseguiu evitar que Alvaro Pereira, Alexandre Pato e Luis Fabiano aumentassem a vantagem no placar. É válido destacar que Ganso foi o principal armador das jogadas tricolores ao longe de todo o duelo.

Eis que, aos 31 minutos da etapa final, a estrela de Pato brilhou mais uma vez. O camisa 11 cobrou falta venenosa e Luis Fabiano subiu para fazer o desvio. Pantera não conseguiu fazer nada além de observar suas redes sendo estufadas.

Para coroar a grande noite tricolor, Luis Fabiano recebeu cruzamento de Alvaro Pereira, aos 37 minutos, e cabeceou firme. O goleiro Pantera não segurou e acabou aceitando aquele que foi o terceiro e último tento do São Paulo diante do CSA.

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO 1 x 0 CSA

Local: Morumbi, São Paulo (SP)

Data/Hora: 9 de abril de 2014, às 22h

Árbitro: Diego Almeida Real (RS)


Assistentes: Gabriel Conti Viana e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (ambos do RJ).

PÚBLICO/RENDA: 28.742 / R$ 309.403,00

GOLS: Alexandre Pato (19'/1ºT), Luis Fabiano (31/2ºT), Luis Fabiano (37/2ºT)

CARTÕES AMARELOS: Lucas (CSA), Diego Clementino (CSA), Jefferson Maranhense (CSA); Paulo Henrique Ganso (SPFC)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Alvaro Pereira; Souza, Maicon (Wellington, aos 42'/2ºT); Paulo Henrique Ganso (Boschilla, aos 37'/2ºT), Alexandre Pato, Oswaldo (Pabon, aos 28'/2ºT) e Luis Fabiano. Técnico: Muricy Ramalho

CSA: Pantera; Pedro Silva, Léo Bahia, Roberto Dias e Mineiro; Charles Vagner, Lucas (Jerson, aos 20'/2ºT), Daniel Costa, Jefferson Maranhense, Jean Carioca (Santos, aos 27'/2ºT) e Diego Clementino (Dinei, aos 38'/2ºT). Técnico: Marlon Araújo.

Siga-nos pelo Twitter - http://www.twitter.com/FC_OFABULOSO

Veja vídeos do Fabuloso no Youtube - http://www.youtube.com.br/fcofabuloso

Participe de nosso Fórumhttp://luisfabianomatador.webnode.com.br/

Saudações Fabianistas*

8 de abril de 2014

R$ 23,4 milhões: São Paulo paga última parcela e fecha conta por Luis Fabiano

[Fonte: SPNET] Recebido por 45 mil pessoas em seu retorno ao Morumbi, em 29 de março de 2011, Luis Fabiano ainda briga três anos depois para corresponder a expectativa criada em torno de sua volta e do investimento feito pelo São Paulo. Ao todo, foram desembolsados R$ 23,4 milhões no acordo, finalmente quitado na semana passada com o pagamento da parcela final ao Sevilla de R$ 1,8 milhão.

A pendência se encontrava em aberto no balanço financeiro referente às contas de 2013 divulgado no começo do mês.

Um detalhe na transação chamou a atenção da diretoria e virou motivo de chacota nos corredores do clube: a dívida com os espanhóis foi encerrada em 1º de abril, o dia da mentira. No último sábado, durante a eleição do Conselho Deliberativo tricolor, era possível acompanhar brincadeiras entre conselheiros e até mesmo membros da diretoria por causa da coincidência.

Mesmo tendo marcado até aqui 69 gols em sua segunda passagem pelo São Paulo, Luis Fabiano ainda enfrenta dificuldades para se firmar como a referência na frente e tem de lidar com a resistência de parte da torcida. Somente nesta temporada, a maior organizada do time voltou a gritar o seu nome.

A saída do artilheiro foi colocada em pauta por diversas vezes ao longo dos últimos três anos, mas ele vem conseguindo reverter a desconfiança: em 2014, ficou de fora de somente duas partidas, em nenhuma delas pelas lesões que costumavam persegui-lo – em um dos casos, poupado e, no outro, suspenso. O caminho das redes também foi reencontrado, com nove dos 22 gols anotados pelo time carregando a sua assinatura.

O próprio Luis Fabiano reconhece a pressão.

“Minha história no São Paulo sempre foi essa, de amor e ódio. De um dia para o outro, você vai de herói a vilão. Sei lidar com isso e, até que não chegue o próximo jogo, vou ser o criticado do momento. Amanhã ou depois, faço um gol, ganho um jogo e tudo muda”, resume.

A diretoria tricolor diz ter quitado o pagamento pelo centroavante com dinheiro do próprio caixa, não recorrendo ao empréstimo de R$ 50 milhões assegurado na semana passada com investidores mantidos em sigilo. Um adiantamento de R$ 28 milhões foi depositado nos cofres tricolores na última sexta-feira. O restante será transferido ainda nesta semana.

Com a vitória praticamente selada nas eleições presidenciais do São Paulo, marcadas para 16 de abril, Carlos Miguel Aidar admite o desejo de buscar um ‘reforço expressivo’. O ataque, no entanto, deixou de ser uma das prioridades após Alexandre Pato e Pabón.

Siga-nos pelo Twitter - http://www.twitter.com/FC_OFABULOSO

Veja vídeos do Fabuloso no Youtube - http://www.youtube.com.br/fcofabuloso

Participe de nosso Fórumhttp://luisfabianomatador.webnode.com.br/

Saudações Fabianistas*

2 de abril de 2014

Em jogos de volta da Copa do Brasil, Luis Fabiano tem bom retrospecto pelo Tricolor

O São Paulo recebe no próximo dia 9 de abril pela Copa do Brasil o CSA de Alagoas, tendo como principal motivação para avançar no torneio a presença em campo do atacante Luis Fabiano. O jogador defendeu as cores do Tricolor em vitórias com placares elásticos, como o sonoro 10 a 0 sobre o Botafogo-PB, em 2001, que é até hoje a maior goleada do clube na história do Morumbi, e em 2012 fez os quatro gols da vitória por 4 a 0 sobre o Indepedente-PA.

A história mostra que partidas de volta do São Paulo pela Copa do Brasil não costumam apresentar 'surpresas'. Em 1996, curiosamente sob o comando de Muricy Ramalho, a equipe são-paulina venceu o América-MG por 4 a 1. Já na edição de 2002 do torneio, o Tricolor fez mais duas vítimas marcando seis gols em cada jogo: 6 a 1 no Figueirense e 6 a 0 no Vasco.

Para o jogo de volta, no dia 9 de abril, o São Paulo tem a vantagem do empate, já que venceu a partida de ida contra o CSA de Alagoas por 1 a 0. 

Siga-nos pelo Twitter - http://www.twitter.com/FC_OFABULOSO

Veja vídeos do Fabuloso no Youtube - http://www.youtube.com.br/fcofabuloso

Participe de nosso Fórumhttp://luisfabianomatador.webnode.com.br/

Saudações Fabianistas*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...