4/21/2009

A História de um Mágico: Escrito por Sofía Salado del Préstamo

Dizem os historiadores que a mágia se pratica desde os primeiros tempos por todas as gerações que existirão e vão existir. Dizem que algumas ou a maioria utilizavão como poderes curativos ou futuristas e outros para a guerra, para receber força extra ou para afugentar o inimigo. Mas a maioría das vezes era usado para divertir pessoas sedentas de novidades.
Dizem que a mágica vem de fora e só uns poucos privilegiados são capazes de usar para seu benefício. Se aprende e malhora praticando. Se estuda e se fantasia com ela, mas no final de tudo é sempre mas um truque.
No entanto não sendo historiadores, científicos ou mágicos, nós sabemos o temos a intuicão que existe outro tipo de mágica dentro de nós. Aquela que não se nota mas sabemos que está por aí e que vemos nas pessoas que tem maravilhosos dons e personalidades especiaís. Não fazem truques, nem adivinhão o futuro mas escrivem a história.
Al largo da vida aparecerão pessoas como Julio Verne, que chamavão de louco por escrever o que agora é o nosso presente. Leonardo da Vinci, criador de mas de mil inventos e mágico do pinçel. Beethoven e suas melodías ganadoras mesmo com um problema de audição fez músicas inesquecíveis. O grande Miguel Angel que deu de presente sua mágica a maravillosa Italia. Wal Disney a mayor mágica criada para grandes e pequenos. Shakespeare, Cervantes, Dalí, Mozart, Van Gogh, Picasso... e tantos outros, pessoas mágicas com o pinçel, plumas, pianos o simplismente a imaginação. Mas todos com suas particularidades de têr algo mais, personalidades curiosas e especiais.
Mas existem muitos mas mágicos em todos os campos profissionais e pessoais de nossas vidas.
No mundo do cinema, existem magicos em todos os aspectos, da comunicação, ilusionismo em toso deus explendor e também no mundo dos esportes. E nesse aspecto que eu quero centralizar, nos grandes do esporte, mágicos de corpo e mente. Como podemos citar pessoas como Michael Jordan, Miguel Indurian, Armstrong (Gangador de seis tours com um câncer nas costas), Carl Lewis, Pelé, Maradona e outros...
Estes ultimos reis do futbol, e de um jogador que vou falar, de um que talvez não conheção em todo o mundo como Ronaldinho por exemplo, mas um que tem a magia nas suas botas e do coração. Seu nome é Luiz e nasceu em uma cidadizinha do Brasil no ano de 1980. Campinas recibía em novembro um menininho moreninho que tinha um gênio difícil de controlar, mente complicada mas como todos os mágicos se compensava com um dom, o dom da bola. Foi tarde quando começou a passear pelos compos de futbol, mas quando começou se converteu em uma estrela do seu país. São Paulo quem o consagrou como uma estrela do futbol, sua perna direita era como um misil, a esquerda uma metralhadora e sua cabeça a fonte de grandes testadas. Um dos mágicos do país do carnaval. 
Jogou na elite do futbol, viajou para o velho continente duas vezes, a primeira a França onde não teve muita sorte mas não desistiu e foi para Portugal como uma estrela, mas problemas pessoais não deixarão que ele chegasse ao triunfo. Essas duas terras deixarão marcas. Porque nas fronteiras francesar e portuguesas foi onde surgiu a sua verdadeira oportunidade, Espanha bateu na sua porta, em concreto Sevilla, e sem parar para pensar o brasileiro foi para terrar andaluzas para dizer que “Na terceira o triunfo chegará”
Não foi fácil. Muitas contuzoes, sua pisicologia especiale estar na sombra da estrela sevilhista Saviola, lhe deixou com más um ano de glória na capital andalusa.
Mas quando ninguém, excepto seus mas fiéis seguidores e esas pessoas que víão que ele com essa auera especial que desprendem os mágicos, o esperava, a glória chegou, por fim o distino pagou sua conta e fez com que ele triunfaçe na europa. Não foi em Sevilla mas sim com o Sevilla,nem na maravilhosa Espanha mas sim ao lado, foi em um país cheio de tulipas em uma cidade minuscula do mapa, mas que tinha muita mágica da noite do dia 10 de maio de 2006, que deu a ele asas, asas de anjo protetoras e delicadas, asas que fizerão que ele saltasse e pulasse mas que ninguém, como o mágico Jordan.Ter a força de Indurain o Armstrong, a potência de Lewis e a cabeçada do seu compatriota Pelé. Desenhou com seu pescoço o abraço mas bonito feito em um século de sentimentos, que bem poderia apareçer na capela sextina por seu sentido e cor. Inventou uma trajetória que nunca imaginou o próprio Da Vinci. E escreveu coisas inimaginaveis como o bom Verne, e com letras de ouro, firmou com seu dez mágico de Maradona o principe da história mais bonita dos coracoés vermalhos e brancos.
Como todos os gênios serão questionados e comentados as vezes pela parte ruim, mas sua magia deixa ele onde deixão os melhores, no coração e daí nunca vai sair. Sabe todas as pessoas que o conheçem e sentem o escudo no seu peito, que sempre será recordado na cidade como a magía do mundo, Sevilla.
Sempre será:
Rei da Nervion, maravilloso do Brasil...

"LuisFa, você é MAIOR e passa por cima de todos os críticos"
♥_______________________________________________♥

5 comentários:

  1. Viva Sofi!!! y viva Ofabuloso

    ResponderExcluir
  2. Pam!! Te voy a matar!! Que vergüenza!!

    Bueno... con todo mi cariño para Luis!! Ese gol de Eindhoven hizo feliz a miles y miles de personas.

    Gracias Crack!

    ResponderExcluir
  3. Que legal...lembro como se fosse ontem a final. lindo gol o q colocou ele na história do Sevilla..Luis merece ser reconhecido.

    ResponderExcluir

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga-Nos!

Insta-Me!