12/17/2009

Luís Fabiano ainda não se considera na Copa 2010

17/12/2009 - O ano, definitivamente, foi fabuloso para Luís Fabiano. Titular da Seleção Brasileira e destaque do Sevilla, ele fez uma análise de seu ano aos repórteres JP Márcio Spímpolo e Bruno Vicari.

"Hoje, a Seleção é vista com outros olhos, conquistou grandes coisas, quebrou tabus importantes e a forma com que ela joga agrada ao torcedor brasileiro", afirmou, antes de avisar que a seleção brasileira terá trabalho na Copa, principalmente contra Costa do Marfim.

Falando em Copa, ele ainda não se considera confirmado no time da competição: "dei um passo importante em 2009 e estou confiante, mas não tem nada garantido", ressaltando que não se acha dono da posição: "o treinador sempre deixou claro que todos tem que aproveitar sua oportunidade e nada está garantido na Seleção".

Melhor do Mundo - Apesar do bom desempenho, ele não foi citado na lista dos dez melhores do planeta elaborada pela revista France Football. A "culpa", se é que existe alguma, é do tamanho do seu time, o Sevilla: "com certeza, se estivesse em um time maior, ficaria entre os dez maiores do mundo".

Luís Fabiano, inclusive, teve sondagens do Milan, mas a negociação não avançou e os rossoneri, inclusive, contrataram o holandês Huntelaar, que estava encostado no Real Madrid. Desta forma, apesar de seu contrato com os espanhois estar no final, ele não deve ir para o clube treinador pelo brasileiro Leonardo.

Copa do Mundo - Como ele não se considera no grupo, fica a questão: quem são seus concorrentes: "todos os atacantes que estão em evidência estão brigando, mas quem briga realmente é quem está sendo convocado", afirmou, antes de fazer uma ressalva: "aí vem por fora Fred, Ronaldo e Vagner Love que, a qualquer momento podem voltar".

Saudações Fabianistas*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga-Nos!

Insta-Me!