7/03/2010

Luís Fabiano defende: "Nosso grupo ainda é vencedor"

30/07/2010 - Assim que chegou à Copa do Mundo, o técnico Dunga afirmou que tudo o que fizera antes estava apagado, pois o que realmente importava era a busca pelo troféu na África do Sul. Mas, depois da eliminação diante da Holanda, o atacante Luís Fabiano se negou a esquecer as conquistas anteriores e elogiou o elenco.

"Ganhamos muitas coisas e nosso grupo ainda é vencedor, apesar da derrota. O grande objetivo não foi alcançado, mas todo mundo está de parabéns pela união. Bola para frente, sabíamos que não seria fácil", afirmou.

Em seu primeiro trabalho como técnico, Dunga implantou a filosofia de fechar o grupo e acabar com qualquer regalia ou baderna. No período sob o comando do ex-volante, o Brasil foi campeão da Copa das Confederações e da Copa América, além de ter se classificado antecipadamente nas Eliminatórias com uma incontestável vitória sobre a Argentina, em Rosário.

Já no Mundial, antes de perder de virada por 2 a 1 para a Holanda nas quartas de final, a seleção venceu dois jogos (Coreia do Norte e Costa do Marfim) e empatou um na primeira fase (contra Portugal). Nas oitavas, passou sem problemas pelo Chile. Apesar de polêmicas envolvendo o treinador, Daniel Alves também defendeu o ex-volante.

"O Dunga sempre defendeu os direitos do grupo. A forma de trabalhar podia não ser satisfatória para outras pessoas, mas sempre foi para proteger o elenco", finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga-Nos!

Insta-Me!