3/14/2013

Ex-camisas 9 tricolores orientam Luis Fabiano a apagar estilo 'bad boy'

Luis Fabiano novamente desfalcará o São Paulo por indisciplina. O cartão vermelho recebido após a partida contra o Arsenal, 1 a 1, no Pacaembu, tirou o atacante da partida desta quinta, contra o clube argentino, em Buenos Aires. Amigos do Fabuloso e ex-camisas 9 do time tricolor, Careca, Aloisio Chulapa e Washington sugerem diversas receitas para acalmar o atacante.

Aloisio Chulapa parte do princípio de que o fato de não entender a língua espanhola o ajudava a ignorar provocações. Essa receita não pode ser aplicada pelo Fabuloso, que atuou por muitos anos no Sevilla.

O ex-centroavante tricolor admite que se segurou para não dar soco em zagueiros argentinos e prega o mesmo equilíbrio emocional a Luis Fabiano.

“Vou falar uma coisa: esses zagueiros estrangeiros provocam demais na Libertadores. Lembro de uma partida em que o goleiro ficava me provocando. Ele pegava no meu peito e ficava me empurrando sem o juiz ver. Só que se eu desse uma cotovelada nele, ele ia ficar com a cara arrebentada e eu ia prejudicar o time. Então tem que aceitar”, disse Aloisio, que atualmente defende o Francana-SP.

“Eu entendo o Luis Fabiano. O juiz roubou o São Paulo no Pacaembu. Fiquei com raiva. Mas aos poucos ele vai melhorar”, acrescentou Aloisio.

Nos casos de Washington e Careca, o relacionamento de ambos com Luis Fabiano existe há mais de uma década, quando moravam em Campinas. A família da esposa de Careca mora próximo aos familiares de Luis Fabiano.

Careca sugere ao São Paulo a contratação de profissionais específicos para cada posição em campo, como ocorre com os treinadores de goleiros, dizendo em tom irônico que se colocaria à disposição para cuidar de Luis Fabiano.

No futebol americano existem treinadores para cada posição, frisa Careca. O ex-atacante acredita que esses profissionais melhorariam a performance dos atletas e também ajudariam Luis Fabiano a controlar o temperamento intempestivo.

“Talvez falte uma pessoa para acompanhar ele de perto. Eu nem culpo o Ney Franco, que tem mais é que cuidar do elenco todo. Mas poderia ter alguém para orientar o Luis Fabiano. Se o São Paulo me quiser me contratar, pode ter certeza que eu ajudaria muito o Luis. Podem me pagar por produção”, disse Careca, em tom irônico.

“O Luis é um menino do bem. Sangue bom pacas. Mas ele acaba comprando brigas. É o jeitão dele”.
No período em que defendeu o São Paulo, Washington enfrentou pesadas críticas vindas da torcida tricolor. O ex-jogador se considera um exemplo de como não se deixar levar por provocações e xingamentos.

Amigo de Luis Fabiano desde os tempos de Ponte Preta, Washington receita alguns minutos de isolamento total ao atacante para mentalizar energias positivas, e prometendo não cair na tentação de retrucar qualquer que seja o problema.

“O que talvez falte é uma preparação psicológica antes da partida. Eu enfrentava enorme pressão da torcida até mesmo do São Paulo, com vaias e provocações. Muita mesmo. Mas eu dedicava um tempo para me preparar contra essa pressão. E quando entrava em campo, não ouvia as cobranças, porque eu estava blindado. Será que o Luis faz essa preparação antes do jogo?”, questiona Washington.


Siga-nos pelo Twitter - http://www.twitter.com/FC_OFABULOSO

Veja vídeos do Fabuloso no Youtube - http://www.youtube.com.br/fcofabuloso

Participe de nosso Fórumhttp://luisfabianomatador.webnode.com.br/

Saudações Fabianistas*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga-Nos!

Insta-Me!