1/21/2010

Luís Fabiano: Pra ir à Copa, pesa muito o trabalho com Dunga

21/01/2010 - Um mês e meio foi o período que a última lesão de Luís Fabiano o deixou longe dos gramados, época que coincidiu com uma brusca queda de rendimento do Sevilla, no Campeonato Espanhol. Ontem, porém, ele retornou a campo apenas para os 15 minutos finais de uma partida que seu time já tinha resolvido, o jogo de ida das quartas de final da Copa do Rei, na casa do Deportivo La Coruña. Nem por isso deixou de aproveitar uma bola que quase se converteu no quarto gol do Sevilla e seu primeiro em 2010. Ela foi para fora, mas demonstrou, como ele mesmo esclareceu, que não há motivos para ninguém se preocupar com a camisa 9 da seleção brasileira.

Em entrevista exclusiva a Terra Magazine após a partida, Luís Fabiano, que no início do mês estava preocupado com a torção de grau 2 no tornozelo direito, dessa vez se mostrou confiante, ainda que não esteja totalmente recuperado dessa última lesão. "Falta um pouco, mas o importante é que eu não tenho dor", afirmou o atacante, que diz ter certeza de que não enfrentará problemas físicos até a Copa do Mundo.

O camisa 10 do Sevilla também aproveitou para desfazer qualquer boato sobre a gravidade da pubalgia de Kaká.

- Ele já está 100% recuperado, não sente mais dores. O jogador sempre se esforça para jogar bem, mas ele sabe também que, quando ele está forçando demais, tem que dar uma descansada e pisar no breque. Ele não é louco de se esforçar até se arrebentar.

Os dois se comunicam toda semana por meio de mensagens e, segundo Luís Fabiano, Kaká está "muito feliz" na Espanha. Com Ronaldinho Gaúcho o sevillista ainda não conversou, mas aproveitou para engrossar o coro dos que veem mais uma Copa para o jogador do Milan:

- Estou muito feliz pelo Ronaldinho, ele é um grande jogador e uma grande pessoa, está jogando muito bem e pode pintar de novo na seleção.

Em relação aos demais veteranos que agora se esforçam para encontrar um caminho de volta à Seleção, Luís Fabiano acredita que podem encontrar dificuldades para reabrir a porta. Ele acredita que Dunga não cederá à pressão por convocar antigas estrelas.

- Acho que o Dunga vai manter o trabalho de muito tempo que ele vem fazendo e eu acho que isso não vai comprometer em nada. Vai pesar muito o tempo que cada um está no grupo e muitos ali estão há três anos trabalhando e isso vai contar no final.

Nem Roberto Carlos parece que terá facilidade em adotar novamente a lateral-esquerda, posto em que foi titular absoluto até 2006, mas que agora parece ser o último órfão para quem Dunga não consegue achar um novo pai.

- Eu acho que todo mundo tem chance, e quem estiver melhor na convocação final acredito que vai ser convocado, mas o Dunga deve ter alguns nomes na cabeça.

Mesmo assim, Luís Fabiano não esconde que a hora de trilhar o mesmo caminho de volta de Ronaldo, Adriano, Vágner Love e Roberto Carlos está cada dia mais perto, e pode inclusive chegar no ano que vem.

- Eu sempre tive essa vontade e com certeza logo eu voltarei para o São Paulo porque foi o time que me deu praticamente tudo, que me levou até a Seleção. Com certeza, se eu voltar pro Brasil, a primeira opção é o São Paulo.

Apostando que Cicinho "voltaria a jogar bem no São Paulo", Luís Fabiano torce para que o lateral consiga sua liberação da Roma, mas não sem enfrentar as dificuldades que impõem os clubes europeus, que "procuram dificultar ao máximo para ver se tiram alguma coisa". Se o Sevilla pode fazer o mesmo com ele, quando chegar sua vez?

- Olha, a única certeza que eu tenho é que meu contrato acaba em 2011, então não é tão difícil.

fonte: Terra Magazine

Saudações Fabianistas*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga-Nos!

Insta-Me!