8/24/2010

Fabuloso marca mas não evita derrota do Sevilla para o Braga

24/08/2010 - O Sevilla recebeu o Braga nesta terça-feira, no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, precisando reverter o placar da primeira partida, vencida pelos portugueses por 1 a 0. Apesar de o time de Luís Fabiano ter o controle da partida, os visitantes aproveitaram os contra-ataques para imporem nova derrota aos espanhóis, desta vez por 4 a 3, e garantiram a classificação da equipe à fase de grupos da Liga dos Campeões. O Sevilla, por sua vez, irá disputar a Liga Europa.

Como precisavam da vitória, os anfitriões tomaram a iniciativa e controlaram as ações do jogo. O Braga, no entanto, sabendo da boa vantagem, manteve-se bem postado na defesa, esperando o momento certo para atacar. Com isso, o Sevilla não conseguia ameaçar a meta do ex-corintiano Felipe.

Aos 31min, em rápido contra-ataque do Braga, Paulo César chutou rasteiro da entrada da área, com força. O goleiro Palop não conseguiu segurar e deu rebote. Matheus aproveitou, chegou antes da zaga e chutou por baixo do arqueiro, abrindo o placar. O brasileiro foi o autor do gol português no duelo de ida.

O Sevilla voltou para a etapa complementar tentando sufocar o adversário, mas foi surpreendido novamente. Aos 13min, em rápido contra-golpe, Matheus recebeu lançamento pelo lado direito, carergou a bola, entrou na área e cruzou para o meio. O também brasileiro Lima, próximo da marca do pênalti, só desviou para o gol.

Dois minutos depois, o Sevilla reagiu. Luís Fabiano recebeu passe na entrada da área, pelo lado direito. O atacante virou o corpo e chutou cruzado, no meio do gol, sem muita força. No entanto, o goleiro Felipe se posicionou errado e tomou um frango, permitindo a reação do time da casa.

O gol esquentou a partida. O Sevilla voltou a pressionar, e o Braga a ameaçar nos contra-golpes. Em pelo menos uma oportunidade, ambos os goleiros tiveram a oportunidade de se redmirem das falhas ao realizarem grandes defesas.

De tanto insistir, o time da casa empatou. Aos 39min, Jesús Navas aproveitou cruzamento pelo lado esquerdo, se antecipou ao defensor, que tentou afastar a bola, e chutou na saída de Felipe, permitindo que o torcedor ainda sonhasse com um milagre.

A torcida, porém, não teve tempo para comemorar. No minuto seguinte, sempre aproveitando os buracos na defesa espanhola, Lima recebeu lançamento por trás da defesa, tirou do goleiro Palop, que saiu da área para tentar interceptar a bola, fora da área, e empurrou para o gol vazio, marcando pela segunda vez na partida.

E teve tempo para mais. Aos 45min, Lima, o grande nome da partida (entrou no segundo tempo), aproveitou escanteio cobrado pelo lado esquerdo e, sozinho, fez o quarto do time português. Também no minuto seguinte, Jesús Navas fez jogada pela linha de fundo, pelo lado direito, e cruzou na cabeça de Kanouté, que descontou para o Sevilla.

Siga-nos pelo Twitter - http://www.twitter.com/ofabuloso

Saudações Fabianistas*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga-Nos!

Insta-Me!