9/22/2011

Com Juvenal de olho, Luis Fabiano disputa coletivo no CT e faz dois gols

O desempenho ainda não foi perfeito. Falta ritmo de jogo, o que é absolutamente normal para quem não disputa uma partida oficial desde o dia 6 de março. Mas, em seu primeiro coletivo após se recuperar totalmente de duas cirurgias em um tendão próximo ao joelho direito, Luis Fabiano mostrou que o faro de gol continua apurado. Nesta quinta-feira, o atacante marcou dois dos três gols da vitória do time reserva por 3 a 1 sobre o sub-17 reforçado com alguns atletas do elenco profissional.  Após 60 minutos, ele deixou o gramado visivelmente cansado. Mas feliz. Com o sinal de positivo, resumiu como foi a sua participação em campo.

- Foi tudo bem - afirmou.


O relógio marcava 15h59m quando a bola rolou no CT da Barra Funda. O time reserva entrou em campo com: Leonardo; Jean, Xandão, Luiz Eduardo e Henrique Miranda; Denilson, Rodrigo Caio, Rivaldo e Marlos; Henrique e Luis Fabiano. No banco de reservas, toda a comitiva atenta aos movimentos do camisa 9: o presidente Juvenal Juvêncio, o diretor de futebol Adalberto Baptista, o fisioterapeuta Luiz Rosan, os médicos José Sanchez e Auro Rayel. Alguns titulares, como os volantes Casemiro e Wellington, deixaram o Reffis após fazerem fortalecimento muscular para ver o companheiro em campo.

Com 12min, Luis Fabiano fez sua primeira jogada ao cair pela ponta para fazer o cruzamento. Na hora, foi travado pelo marcador. No lance seguinte, após matar uma bola no peito, ele deu um belo passe para Henrique, que finalizou por cima do gol. Aos 22min, ocorreu o que todos esperavam: após passe açucarado de Rivaldo, ele se livrou do marcador e bateu no alto, sem chance de defesa para o goleiro Denis:1 a 0 e muitos aplausos dentro e fora de campo. Com 33min de jogo, o auxiliar técnico Ivair encerrou o primeiro tempo e o atacante voltou para o banco de reservas para conversar com os médicos.

Na etapa complementar, Luis Fabiano seguiu buscando jogo. Deu duas fintas bonitas, por baixo das pernas dos seus marcadores e logo com dois minutos, deixou novamente a sua marca. Após passe de Henrique, ele invadiu a área, driblou Denis e só rolou para o gol vazio.

Com o passar do tempo, ficou clara a importância que o atacante terá para a equipe. Rivaldo e Marlos, responsáveis pela armação, procuravam o camisa 9 a toda hora. Jean e Henrique Miranda deram vários cruzamentos, já que havia uma referência na área, o que não acontece até então na equipe comandada por Adilson Batista, que sofre nas partidas por causa dessa ausência. O próprio Rivaldo e Cícero quebram o galho nessa função em alguns jogos.

Em seu último lance de perigo na partida, Luis Fabiano recebeu mais um passe de Rivaldo, invadiu a área e bateu de pé direito. Denis espalmou e, na volta, o atacante cabeceou e exigiu outra grande defesa do reserva de Rogério Ceni. Antes do apito final do coletivo, Ademilson, artilheiro da Seleção Brasileira sub-17 no Mundial disputado no primeiro semestre, descontou para a equipe juvenil.


Siga-nos pelo Twitter - http://www.twitter.com/FC_OFABULOSO


Veja vídeos do Fabuloso no Youtube - http://www.youtube.com.br/fcofabuloso

Participe de nosso Fórumhttp://luisfabianomatador.webnode.com.br/

Saudações Fabianistas*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga-Nos!

Insta-Me!