10/10/2011

São-paulinos se unem para reduzir ansiedade de Luis Fabiano pelo gol

"Estou ansioso". A frase é a explicação de Luis Fabiano para ainda não ter marcado gol neste seu retorno ao São Paulo, desperdiçando até pênalti. O centroavante está ciente da pressão que sofre por seu passado de artilheiro no clube e os mais de R$ 17 milhões gastos nele em março e chegou a falar que balançaria as redes até o jogo do próximo domingo, contra o Atlético-GO. Mas os colegas também querem que ele saiba: o time está ao seu lado.

"Ele ainda vai fazer muitos gols aqui no São Paulo. No momento que sair o primeiro, vão sair vários", previu Rivaldo, em frase similar à dita pelo próprio camisa 9 ao tentar tranquilizar a ainda mais ansiosa torcida depois de somente duas partidas suas nesta nova passagem pela equipe.

Em sua reestreia, o centroavante perdeu duas boas oportunidades, além de acertar o travessão quando estava impedido, na derrota para o Flamengo. No empate por 3 a 3 com o Cruzeiro, o atacante bateu pênalti quando o Tricolor ainda perdia por 1 a 0, no primeiro tempo, em Sete Lagoas (MG).

Mas o astro não ganhou aparente antipatia de ninguém do grupo. Pelo contrário. Contra o Cruzeiro, ele só cobrou a penalidade porque o capitão Rogério Ceni lhe passou confiança. Mesmo antes de sua estreia, Luis Fabiano era o principal alvo dos passes em treinamentos. Rodrigo Caio, por exemplo, chegou a perder uma bola ao tentar carregá-la para deixá-la nos pés do artilheiro em jogo-treino.

Hoje podendo contar com o ídolo em campo, a equipe vê o auxílio até como retribuição. Atletas lembram que o goleador tem sido decisivo mesmo sem balançar as redes. "Damos total apoio a ele, que já está nos ajudando. Com o Luis Fabiano lá na frente, temos uma referência na área e ganhamos uma opção para meter a bola, tabelar", contou Cícero.

O próprio meio-campista se aproveitou de assistência do centroavante para empatar o jogo contra o Cruzeiro - nesta mesma partida, Luis Fabiano ainda criou duas excelentes chances para Jean, que mandou uma na trave e outra para fora. Tudo isso após ficar sete meses vetado por lesão em tendão próximo ao joelho direito, problema que o fez passar por duas cirurgias neste período.

"Converso e passo tranquilidade a ele. O Luis é um atleta dedicado e extremamente profissional. Criou-se uma expectativa pelo seu período inativo, mas ele não precisa provar nada para nós. Já vemos evolução no trabalho e daqui a pouco o gol vai sair para ele comemorar com o torcedor", afirmou Adilson Batista.

Mesmo experiente, o centroavante de 30 anos mostra o resultado do apoio com garantia de paciência. "Sei que já poderia ter ajudado de outra maneira, mas paciência. Não vou ficar chateado com isso. Sei que o gol uma hora vai sair", disse Luis Fabiano.
Siga-nos pelo Twitter - http://www.twitter.com/FC_OFABULOSO


Veja vídeos do Fabuloso no Youtube - http://www.youtube.com.br/fcofabuloso

Participe de nosso Fórumhttp://luisfabianomatador.webnode.com.br/

Saudações Fabianistas*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga-Nos!

Insta-Me!