11/06/2011

Dirigente usa Cañete como exemplo para negar "dívida" de Luís Fabiano

A diretoria do São Paulo se irritou tanto com a apatia do elenco que resolveu fazer um contrato curto com Emerson Leão, conhecido pela rigidez no trato com os atletas. Juvenal Juvêncio e os pares acreditam que o grupo poderia ter rendimento bem maior e devem fazer grandes modificações para a próxima temporada, mas isentam os atletas mais caros para justificar altos investimentos que estão demorando mais que o esperado para dar resultado.


Luís Fabiano, que custou aproximadamente R$ 17 milhões, é o mais protegido. Assim como o atacante, os dirigentes se incomodam com a palavra "dívida", mesmo que o reforço mais caro da história do clube tenha feito apenas um gol em sete jogos antes de lesionar a mesma coxa direita que adiou a estreia em sete meses.
Para defendê-lo, o vice de futebol do clube, João Paulo de Jesus Lopes, lembra do meio-campista argentino Cañete, que custou cerca de R$ 5 milhões e jogou só duas partidas incompletas.

"O Luís Fabiano tem comportamento exemplar. Não é justo colocar uma palavra como essa (dívida)", defendeu o dirigente. "É como o Cañete. As pessoas me perguntam se não foi um investimento ruim, porque o jogador até hoje não adquiriu a melhor forma física. São coisas do futebol, é esporte de contato. A contusão que ele teve agora não tem nada a ver com as de antes, foi falta de sorte."

A lesão citada pelo dirigente foi sentida por Cañete no confronto contra o Vasco, no domingo, e obrigará o meia a ficar ao menos seis meses longe dos gramados após passar por uma cirurgia no ligamento cruzado posterior do joelho direito.

Contratado em julho, o argentino chegou com uma lesão na coxa, atuou por alguns minutos contra o Fluminense, em 31 de agosto, e sofreu nova contusão muscular no dia seguinte. Destaque em treinamentos, o camisa 14 estava voltando a jogar justamente no último fim de semana.

"Ele é novinho, tem só 21 anos e muito tempo de futebol pela frente. Nós temos muita confiança nesse jogador. Ele é diferenciado e joga como meia armador, uma posição em que nós nos ressentimos", acrescentou Jesus Lopes, manifestando a Cañete o mesmo apoio dado a Luís Fabiano, que deve retornar à equipe contra o Bahia, no sábado, em Salvador.

"Temos conversado bastante com o Luís Fabiano, até no sentido de atenuar essa angústia que ele tem de jogar e revelar aquele futebol maravilhoso. Essas coisas são assim mesmo", comentou.


"O jogador ficou muito tempo parado e até readquirir a forma técnica vai demorar mais algumas semanas. A forma física posso assegurar que ele já recuperou", completou o dirigente, após participar de evento sobre jovens e esporte, realizado na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM).


Siga-nos pelo Twitter - http://www.twitter.com/FC_OFABULOSO


Veja vídeos do Fabuloso no Youtube - http://www.youtube.com.br/fcofabuloso

Participe de nosso Fórumhttp://luisfabianomatador.webnode.com.br/

Saudações Fabianistas*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga-Nos!

Insta-Me!