9/06/2012

Pela Seleção, Fabuloso lembra noite especial e aconselha Lucas


A noite do dia 21 de novembro de 2007 jamais sairá da cabeça do atacante Luis Fabiano. Na oportunidade, o camisa 9 deu show no Morumbi pela Seleção Brasileira e fez dois gols na vitória sobre o Uruguai por 2 a 1, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010.

Desempenho que tornou Fabuloso titular absoluto da Seleção a partir daí. Boa fase que o levou a disputar a primeira Copa do Mundo da carreira. Mesmo tanto tempo depois, o camisa 9 são-paulino tem fresco na memória cada detalhe daquela noite especial em sua vida.

"Jogar no Morumbi com a camisa do Brasil foi muito especial. Voltei para a Seleção depois de muito tempo e foi um presente de Deus. Fui convocado às pressas, por conta de uma lesão de um companheiro. Tudo isso estava escrito. Me marcou muito entrar em campo para o aquecimento com grandes jogadores como Kaká, Robinho, Ronaldinho Gaúcho e a torcida gritando o meu nome", disse Luis.

Em campo, o Uruguai saiu na frente com Loco Abreu. No fim do primeiro tempo, Fabuloso empatou e foi comemorar no símbolo do São Paulo. Na etapa final, nova festa para o atacante, que deixou sua marca mais uma vez na partida e garantiu o triunfo brasileiro.

"Ouvir a torcida gritando meu nome me deu força para aquele jogo. Saímos perdendo e conseguimos virar com dois gols meus. Foi um marco para mim. Segui sendo convocado e consegui ir bem. Fui artilheiro das Eliminatórias e Copa das Confederações. Tudo isso me levou para a Copa do Mundo", completou o atacante.

Quase cinco anos depois, a Seleção está de volta ao Morumbi. Nesta sexta-feira, o Brasil enfrentará a África do Sul. Luis Fabiano não estará em campo, mas o Tricolor será muito bem representado por Lucas, uma das grandes revelações dos últimos anos no clube paulista.

Muito amigo do camisa 7 fora das quatro linhas, Fabuloso dá conselhos ao companheiro.

"Digo a ele que tem de jogar o futebol que ele sabe, não inventar e fazer o que sempre fez com a camisa do São Paulo. Ser ele mesmo, com naturalidade, confiança e jogar como se tivesse com a camisa do São Paulo. Jogar pela Seleção é uma pressão grande, mas a partir do momento que o atleta se sente à vontade as coisas dão certo. Espero que ele consiga aproveitar bem essa chance. A Seleção tem poucas oportunidades e você tem de agarrar a que aparecer", orientou o atacante.

Fabuloso admite que está difícil, mas não esconde a vontade de voltar para a Seleção e, quem sabe, formar dupla de ataque com Lucas, como já fez muitas vezes no São Paulo e funcionou. Em boa fase, o são-paulino é um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro com 10 gols em 11 jogos.

"A Seleção sempre ficou na minha cabeça, um objetivo e vontade de vestir essa camisa. Agora está um pouco distante, mas a esperança é a última que morre. Vamos ver se eu consigo manter esse bom futebol, ajudando o São Paulo com vitórias e gols. Aí no futuro a gente vê o que acontece", concluiu o camisa 9.


Siga-nos pelo Twitter - http://www.twitter.com/FC_OFABULOSO

Veja vídeos do Fabuloso no Youtube - http://www.youtube.com.br/fcofabuloso

Participe de nosso Fórumhttp://luisfabianomatador.webnode.com.br/

Saudações Fabianistas*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga-Nos!

Insta-Me!