3/28/2017

Imprensa internacional repercute ‘peitada’ de Luis Fabiano, do Vasco, em árbitro: ‘Simulou’

A arbitragem confusa de Luis Antônio Silva Santos no clássico entre Flamengo e Vasco, pela Taça Rio, continua dando o que falar e agora ganhou repercussão internacional. Principalmente pelo lance que resultou na expulsão do atacante vascaíno Luis Fabiano. Após levar o cartão amarelo por falta por trás em Marcio Araújo, o Fabuloso chega junto do árbitro, que quase cai e em seguida expulsa o artilheiro. Para muitos jornais internacionais, como o “La República” (Peru), o “La Vanguardia” (Espanha) e o “Mirror” (Inglaterra), Índio simulou.

Índio, na súmula, disse o seguinte: “Aos 53 min do 2º tempo, expulsei o sr. Luís Fabiano Clemente (Vasco Nº 9), pois após aplicação de um cartão amarelo decorrente de uma falta que o mesmo fez no sr. Márcio Rodrigues Araújo (Flamengo Nº 8), na intermediária do campo de defesa do Vasco, onde o mesmo calçou seu adversário quando este partia para o ataque. De forma acintosa, o sr. Luís Fabiano Clemente partiu para cima de mim me afrontando enquanto ainda erguia com o braço direito o cartão amarelo. No susto, com sua atitude, ainda tentei dar um passo para trás a fim de evitar contato, mas ainda assim o jogador vem para cima, tocando o seu peito no meu, me levando ao desequilíbrio. Ainda tive que usar os braços para evitar ir ao chão. Após essa atitude desrespeitosa e agressiva, apliquei o cartão vermelho direto. Após me recompor, fui cercado por alguns jogadores do Vasco. O jogador expulso continuou afrontando, colocando os dois dedos junto ao meu rosto, intimidando e dizendo: "Você é moleque, safado, mal intencionado...". O jogador do Vasco, sr. André Luiz Tavares (Nº 7) insistentemente segurava seu companheiro, tentando afastá-lo, mas ele ainda vinha por trás, pela frente, dava voltas até se afastar e no momento de saída do campo batendo palmas ainda foi segurado pelo técnico, que tentava contê-lo e acalmá-lo”.

Após a atuação tenebrosa, Índio foi afastado pela Ferj, assim como o auxiliar Daniel do Espírito Santo Parro, e não deve apitar mais no Campeonato Estadual. O pênalti inexistente marcado no fim do jogo do Vasco também marcou negativamente a atuação da arbitragem. Índio e o auxiliar viram mão de Renê, do Fla, quando a bola bateu na barriga.

Flamengo e Vasco empataram em 2 a 2, em Brasília. O Rubro-negro já está classificado para a fase final do Estadual. O Vasco ainda luta para se garantir.

Siga-nos pelo Twitter - http://www.twitter.com/FC_OFABULOSO

Veja vídeos do Fabuloso no Youtube - http://www.youtube.com.br/fcofabuloso

Saudações Fabianistas*

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga-Nos!

Insta-Me!