8/18/2010

Recordar: Luís Fabiano no FC Porto | Por Raúl Paiva

18/08/2010 - Aproveitando a visita do Sevilla a Portugal, para enfrentar o Sp. Braga, recordo aqui a passagem daquele que é um dos grandes símbolos da equipa andaluz, e que até pode estar perto de sair do clube.

Depois de passagens não muito bem sucedidas pelo futebol europeu, mais concretamente ao serviço do Rennes de França, Luís Fabiano chegou ao FC Porto (campeão Europeu em título), rotulado de goleador, e tido como uma das grandes promessas do futebol brasileiro.

"Fabuloso" como era conhecido no seu país natal, chegou ao FC Porto proveniente do São Paulo, a troco de sete milhões e meio de euros, tendo o clube portista ficado na posse de 25% do passe do jogador.

Fabiano começou a época a titular, e ao terceiro jogo com a camisola azul e branca, já marcava. Foi no Estádio do Dragão, à jornada 3 frente ao Estoril. "Fabuloso" fez na altura, aos 17' minutos, o 1-1.

Luís Fabiano manteve a titularidade por mais três jogos (dois no Campeonato e um na Champions), até se lesionar e falhar os encontros relativos à 7ª e à 8ª Jornada da SuperLiga, e também o jogo da Champions frente ao PSG em França, além do jogo referente à 4ª Eliminatória da Taça de Portugal, frente ao V. Guimarães.

Regressou à competição, no empate dos portistas na Madeira frente ao Nacional (2-2), tendo saído do banco aos 74' para render McCarthy.Voltou a lesionar-se, falhando depois sete jogos. Cinco para a SuperLiga e dois para a Champions.

Regressou à competição, a 7 de Dezembro de 2004, em jogo a contar para a última jornada da fase de grupos da Champions, frente ao Chelsea, acabando substituído aos 76'.

Manteve a titularidade, no Domingo seguinte frente ao Once Caldas, na disputa da Taça Intercontinental. O FC Porto acabaria por vencer a competição, mas "Fabuloso" acabou substituído aos 78'.Continuou a ser presença assídua no onze portista, e marcou dois golos entre as jornadas 14 e 16. Curiosamente, ambos os golos valeram empates a uma bola.

A sua boa performance valeu-lhe a permanência no onze por mais três jogos. Desta vez, não conseguiu facturar em nenhum dos jogos.

Falhou depois a Jornada 20 da SuperLiga, voltando à competição frente ao V. Guimarães na jornada seguinte.

Manteve-se como titular durante sete jogos consecutivos, inclusive frente ao Inter na primeira mão dos Oitavos de Final da Champions League.

No dia 11 de Março de 2005, a mãe de Fabiano foi raptada, e talvez por isso, o desempenho do atleta na partida dessa noite frente ao Nacional não foi lá muito famoso. O FC Porto foi humilhado em casa por claros 4-0, e Fabiano saiu aos 76'.

Acabou por ser "dispensado" pela comitiva portista do jogo da segunda mão dos Oitavos de Final da Champions League, devido ao que aconteceu à sua progenitora.

Regressou à competição, na semana seguinte frente ao Sporting, entrando aos 76' minutos. Na jornadada 27, acabou por ser suplente utilizado frente ao Gil Vicente.

Até ao fim da temporada, alinhou em cinco dos seis jogos que restavam ao FC Porto. Foi sempre suplente utilizado entre as jornadas 28 e 33, sem nunca conseguir marcar qualquer golo.

Terminou o seu percurso no FC Porto, ao ser suplente não utilizado na jornada 34, frente à Académica.

Ao todo, Luís Fabiano participou em 27 jogos com a camisola azul e branca, entre SuperLiga e Champions League, marcando apenas três golos.

O sequestro da sua mãe, é certo, abalou-o bastante psicologicamente. Foram dois meses sem saber do estado de saúde da sua mãe, o que, naturalmente, é motivo de grande preocupação para qualquer um.

Acabou vendido no final da temporada 04/05, ao Sevilla de Espanha, onde tem dado cartas e...golos, muitos golos.

Número de Jogos efectuados por Luís Fabiano ao serviço do FC Porto:

04/05 - 27 Jogos/3 Golos (22 Jogos no Campeonato/3 Golos; 4 na Liga dos Campeões; 1 na Taça Intercontinental)

Palmarés de Luís Fabiano no FC Porto:

Taça Intercontinental: 1 (2004)

Siga-nos pelo Twitter - http://www.twitter.com/ofabuloso

Saudações Fabianistas*

Um comentário:

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga-Nos!

Insta-Me!