4/24/2012

Para Luis Fabiano, Copa do Brasil é 'tão difícil quanto a Libertadores'

Tendo traçado a conquista da Copa do Brasil como meta principal do primeiro semestre, Luis Fabiano afirmou, nesta segunda-feira, que a competição não pode ser considerada mais fácil do que a Taça Libertadores. O atacante do São Paulo rebateu a ideia de que a atual disputa estaria facilitada pela falta de brilho dos adversários e pelo ausência de times que estão no torneio continental.

- A gente sabe que é difícil a Copa do Brasil, é um campeonato complicado, o mata-mata não é fácil jogar. Às vezes você vai jogar no campo do adversário e tem muitos problemas, depois vem com desvantagem.

Isso de time grande hoje não existe. Vimos que se não correr, não lutar, não se impuser, as coisas não caem do céu. Não vamos tirar o mérito da Copa do Brasil porque tem equipes que estão na Libertadores, ou outras que não estão bem. Se não estão bem, é por culpa deles mesmo, cabe à gente seguir no nosso objetivo, que é vencer a Copa do Brasil para chegar à Libertadores. Isso de tirar o mérito não existe, a Copa do Brasil é tão difícil quanto a Libertadores - disse o atacante ao "SporTV News".
Classificado para as oitavas de final, o São Paulo enfrenta a Ponte Preta na próxima quinta-feira, 26, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Ao enaltecer a competição, Fabuloso citou o título do Santos na Taça Libertadores de 2011.

- O Santos, que venceu a Libertadores no ano passado, também não pegou grandes times. Nem por isso ninguém tirou o mérito do Santos. A Copa do Brasil é uma competição difícil que a gente vai tentar vencer - disse.

Fabuloso, no entanto, vai desfalcar o São Paulo contra o Santos, no domingo, pela semifinal do Campeonato Paulista. O jogador foi suspenso após receber o terceiro cartão amarelo na vitória por 4 a 1 sobre o Bragantino. Na partida, o jogador marcou duas vezes.

- Infelizmente o cartão amarelo foi o ponto negativo da partida, que me deixa fora do jogo contra o Santos, um jogo importante, porque é semifinal do Campeonato Paulista. Isso foi o ponto triste do jogo, mas, por outro lado, é sempre bom estar ajudando com gol, estar fazendo boas partidas. Depois de um tempo em que eu fiquei lesionado é sempre bom voltar e voltar bem - afirmou
 
Habilidade nas faltas


Contra o Bragantino, Fabuloso marcou o seu primeiro gol de falta pelo São Paulo e mostrou habilidade na cobrança. Segundo o atacante, a oportunidade surgiu com a ausência do goleiro Rogério Ceni, batedor oficial do Tricolor.

- Muita gente não conhece esse lado, mas no Sevilla eu era o batedor oficial, já fiz 14 gols de falta. Mas é uma novidade aqui no Brasil. A gente conta com o grande especialista que é o Rogério, mas agora, sem ele, a gente vai tentar aperfeiçoar, e treinar para tentar suprir ele, mas não é fácil nas faltas. Quem sabe a gente consegue. O primeiro gol foi especial, e eu espero, daqui para a frente, ajudar mais o São Paulo a chegar nas vitórias - explicou o atacante.

Fabuloso, apesar disso, reconhecer que Ceni segue como unânimidade nas cobranças de falta. Nada que, segundo ele, possa ser negociado no gramado.

- Ele é o batedor oficial, mas como a gente joga com onze no campo todo mundo tem possibilidade de fazer tudo aquilo que tiver no jogo, como falta e escanteio. De repente a gente conversa ali, ele bate uma, eu bato outra. Mas a prioridade é ele, é o mais especialista e está mais acostumado do que todos - concluiu.

Siga-nos pelo Twitter - http://www.twitter.com/FC_OFABULOSO

Veja vídeos do Fabuloso no Youtube - http://www.youtube.com.br/fcofabuloso

Participe de nosso Fórumhttp://luisfabianomatador.webnode.com.br/

Saudações Fabianistas*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga-Nos!

Insta-Me!