6/09/2010

Luis Fabiano convive com jejum de gols às vésperas do Mundial


09/06/2010 - Luís Fabiano sabe que a vida de um camisa 9 da seleção brasileira não é fácil. Ainda mais quando as bolas não entram com tanta facilidade como antes. Nos últimos cinco jogos do Brasil em que esteve em campo, o Fabuloso não marcou um gol sequer. Apesar disso, ele ainda é o artilheiro da seleção desde que Dunga assumiu, com 19 gols em 26 jogos.

Falta de sorte? Sem pontaria? Certo mesmo é que Luis Fabiano se apresentou à seleção brasileira, em Curitiba, com uma lesão muscular na coxa esquerda. O jogador chegou a ficar fora de algumas atividades na capital paranaense, mas logo se juntou ao restante dos companheiros. Nos dois amistosos que antecederam a Copa, ele pouco tocou na bola ou teve chance de balançar a rede. Na coletiva de imprensa alguns dias antes, Fabuloso admitiu que entraria com o freio de mão puxado. A expectativa dos brasileiros é que ele tenha se poupado diante de Tanzânia e Zimbábue para chegar voando ao Mundial.

Em 2010, Luis Fabiano ainda não marcou gols pela seleção brasileira. A última vez em que o torcedor viu o jogador colocar uma bola na rede e sair para o abraço foi no dia 9 de setembro do ano passado, na vitória do Brasil por 3 a 1 sobre a Argentina, em Rosário, pelas eliminatórias para a Copa do Mundo. Naquela ocasião, ele fez dois. De lá para cá, nada.

E para piorar a situação, o único adversário de peso que o Brasil enfrentou com Luis Fabiano em campo foi a Inglaterra. Os outros rivais foram Omã, Venezuela, Zimbábue e Tanzânia.

Na Copa Mundo da África do Sul, Luis Fabiano terá a missão de repetir o feito de outros artilheiros da seleção brasileira. Careca, em 1986 e 1990, fez sete gols, Romário, em 1994, marcou cinco, e Ronaldo, que disputou os Mundiais de 1994, 1998, 2002 e 2006, balançou a rede em 15 oportunidades. Mesmo com o jejum, o Fabuloso falou em sua primeira entrevista na África do Sul que está entre os favoritos para ser o goleador em 2010.

- O Rooney e o Villa são jogadores que podem brigar pela artilharia. Tem o Messi também, que faz bastante gol, mas na Argentina não vai tão bem assim. E, claro, tem o Luís Fabiano, do Brasil, que também vai lutar para ser artilheiro - afirmou.

Em 2009, na Copa das Confederações, Luis Fabiano foi o artilheiro do torneio, com cinco gols. Na ocasião, ele teve média de um por partida. Resta esperar a estreia da equipe na Copa do Mundo para saber se o Fabuloso será o mesmo de antes ou se o jejum vai perdurar em solo sul-africano. O Brasil enfrenta a Coreia do Norte, na próxima terça-feira, no estádio Ellis Park em Joanesburgo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga-Nos!

Insta-Me!