6/18/2012

Luis Fabiano marca, mas é expulso pela segunda vez no Brasileiro

Luis Fabiano teve um jogo típico domingo no Morumbi. Artilheiro, fez no primeiro tempo o gol da vitória tricolor. Esquentado, foi expulso no segundo tempo e quase comprometeu a vitória que ele próprio havia construído. Ao bater o Atlético-MG, o São Paulo chegou a nove pontos, a quatro do líder Vasco. O camisa 9 já havia irritado o técnico Emerson Leão por ter tomado três cartões amarelos nas três primeiras rodadas do Brasileiro. Cumpriu suspensão contra o Santos e voltou domingo. No segundo tempo, fez uma falta que gerou o amarelo. Em seguida, reclamou até ser expulso por Elmo Cunha (GO). "A meu ver o juiz acertou", disse o vice de futebol do São Paulo, João Paulo de Jesus Lopes. "Vamos conversar internamente, porque é um jogador decisivo, hoje foi de novo, mas os cartões e expulsões atrapalham." Leão nem tentou esconder sua fúria com o atacante. "Mais uma vez terminamos com um a menos, e isso pesa muito, porque todos terminam cansados", disse. Leão disse que a expulsão é "problema da diretoria". "Como goleador ele é incontestável, faz falta até para a seleção brasileira, talvez por isso ele não esteja lá." Leão descartou tirar a faixa de capitão do centroavante. "Isso não significa absolutamente nada", afirmou. "Ainda não conversei com ele, vai ter o momento certo para isso, na intimidade." Luis Fabiano estará em campo na quarta-feira, quando o São Paulo visitará o Coritiba para o jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil. O camisa 9 cumprirá suspensão na próxima rodada do Brasileiro, contra a Portuguesa, no Canindé. Expulsão de Luis Fabiano à parte, o São Paulo quase não correu riscos -só foi pressionado no final, quando tinha um jogador a menos. Fez 1 a 0 no primeiro tempo após uma boa trama entre Lucas, Jadson e Luis Fabiano. E não teve problemas para conter o astro adversário, que recebeu dentro e fora de campo tratamento de ex-estrela. Ronaldinho não demandou marcação especial, não moveu seu time nem comoveu a torcida. Os atleticanos não se empolgavam quando ele pegava a bola, e os tricolores não o vaiavam. Ronaldinho tentou mostrar disposição, correu mais do que caminhou, eventualmente até deixou seu posto fixo no lado esquerdo do ataque, mas produziu entre pouco e nada. Não mostrou uma fração do vasto repertório que o levou a ser eleito o melhor do mundo por duas vezes. Nem os velhos símbolos de status estavam lá para ajudar. A faixa de capitão estava no braço do zagueiro Rever. O número 10 foi trocado pelo 49, homenagem à mãe, Miguelina -é o ano em que ela nasceu. No intervalo, deixou o campo sem que nem um são-paulino tenha ido pedir-lhe a camisa. No final, deu a 49 para o lateral Cortez. Volante Fabricio volta a se machucar O jogador, que quase não atuou em 2012 por causa de contusões, lesionou o joelho esquerdo ainda no primeiro tempo e teve que ser substituído. Fabrício chegou ao São Paulo machucado, e ainda não fez um jogo inteiro. Amanhã, será examinado para saber a gravidade da nova lesão.

SÃO PAULO Denis; Douglas (Rodrigo Caio), Paulo Miranda, Rhodolfo e Cortez; Fabrício (Maicon), Casemiro, Cícero e Jadson; Lucas (Osvaldo) e Luis Fabiano. Técnico: Emerson Leão

ATLÉTICO-MG Giovanni; Carlos César (André), Réver, Rafael Marques e Junior Cesar; Pierre (Leandro Donizete), Richarlyson, Danilinho (Juninho) e Ronaldinho; Bernard e Jô. Técnico: Cuca

Estádio: Morumbi
Árbitro: Elmo Cunha (GO)
Gol: Luis Fabiano, aos 41min do 1º tempo.

Cartões amarelos: Douglas, Lucas (S); Pierre (A). Cartão vermelho: Luis Fabiano (S) Renda: R$ 304.052 Público: 10.891. Siga-nos pelo Twitter - http://www.twitter.com/FC_OFABULOSO

Veja vídeos do Fabuloso no Youtube - http://www.youtube.com.br/fcofabuloso

Participe de nosso Fórumhttp://luisfabianomatador.webnode.com.br/

Saudações Fabianistas*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga-Nos!

Insta-Me!